sábado, 17 de março de 2012

Parceria entre Secretaria de Meio Ambiente e Cooperativa de Catadores de Materiais Reciclaveis sera oficializada no dia 23-03-2012


A prefeitura de Búzios, através da secretaria municipal de Meio Ambiente e Pesca está implantando, em parceria com a Cooperativa de Catadores de Recicláveis (COCARE), o Programa de Coleta Seletiva Solidária, em busca do desenvolvimento sustentável da Cidade, preservando o Meio Ambiente e gerando novas fontes de renda para várias famílias; a parceria será oficializada no próximo dia 23 deste mês. Face a este programa, também haverá intervenção para adequação e reativação das instalações na Usina de Reciclagem, localizada na Baia Formosa. O número de Eco Pontos distribuídos (como são chamados os recipientes que recolhem o lixo reciclável), trouxeram um resultado satisfatório,segundo a Coordenadora do Projeto de Coleta Seletiva Solidária Daniela Mazieri, da secretaria municipal de Meio Ambiente e Pesca.
 Eletro-hidráulica, adquirida pela cooperativa, com os alumínios e plásticos recicláveis ao fundo e abaixo no depósito da cooperativa no Bairro São José O Eco Ponto já instalado em caráter experimental, num total de dez pela Cidade: população  se adequou  ao novo modelo de coleta. Mais dez serão instalados em locais diferentes e gradativamente outros serão distribuídos - Os Eco Pontos foram colocados pelo município em vários locais em caráter experimental e mostraram que a população  se adequou  ao novo modelo de coleta. Colocamos dez inicialmente, e mais dez serão instalados em locais diferentes e gradativamente mais pontos serão distribuídos em toda a Cidade até atender definitivamente a demanda- disse Daniela Mazieri. Segundo Ivan Vasconcelos, da COCARE, a coleta de lixo seletivo se iniciou em Búzios no ano de 2005, de forma informal, quando ele próprio fazia este trabalho de recolhimento. Hoje, ele e o catador Rogério Augusto da Silva, fundaram a cooperativa que conta com 22 catadores cadastrados, cujo trabalhado tem contribuído para a inclusão no processo da reciclagem em todos os âmbitos da sociedade. -Esta parceria entre prefeitura e cooperativa será pioneira no Rio de Janeiro. Até algum tempo atrás o lixo era dividido em plásticos, papel, metal, vidro e o lixo comum. Hoje, neste processo que implantamos em Búzios, temos dois tipos de lixo: o lixo que se recicla e o lixo que tem que ir para os aterros sanitários, que não se aproveita. O trabalho de separação fica por conta da cooperativa, daí, ocupamos menos espaços nos locais em que recolhemos os recicláveis, facilitando para quem vai retirar o lixo de casa e levar até ao Eco Ponto - disse Ivan. A preservação do meio ambiente começa com pequenas atitudes diárias, que fazem toda a diferença. Uma das mais importantes é a reciclagem do lixo. O motivo é simples de entender. Nos dias de hoje, quem vive em áreas urbanas produz um numero elevado de lixo. Aí se incluem materiais que são tirados da natureza, como papéis, plástico, vidro e alumínio, e podem muito bem ser reaproveitados, em vez de serem simplesmente jogados em aterros sanitários e se transformar em poluição. Para contribuir com as pessoas responsáveis pela coleta deste lixo, é aconselhável que os moradores sempre que for possível, coloquem o lixo reciclável em sacos plásticos.
Página 10 Sábado, 17 de março de 2012
JORNAL PRIMEIRA HORA
Bruno Almeida